Lacen-PA começa a usar novo equipamento que vai agilizar exames de Covid-19

Equipe do Lacen-PA está sendo treinada pelo Instituto Bio-Manguinhos

A partir desta sexta-feira (24) o Laboratório Central do Estado (Lacen-PA) começará a utilizar o novo equipamento que vai ampliar a capacidade analítica do Laboratório em mais 200 exames por dia para o diagnóstico da Covid-19.

A montagem do equipamento foi concluída no último sábado e agora a equipe de profissionais da Seção de Virologia 1 da Divisão de Biologia Médica do Lacen-PA está sendo treinada sobre o processo e protocolo por uma equipe do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos/Fiocruz.

Denominado de Extratora Automatizada de RNA, o equipamento de grande porte que foi disponibilizado pelo Ministério da Saúde executa a etapa de extração do processo de análise que hoje é feita manualmente.

Segundo o diretor do Lacen-PA, Alberto Júnior, o Lacen-PA é o primeiro do Brasil a ter esse tipo de equipamento disponível e a automatização vai diminuir o tempo de processamento. “Atualmente, o processamento de 21 amostras demora cerca de uma hora e 40 minutos para ser realizada, já a extratora processa até 20 amostras num tempo de 40 minutos, o que vai permitir que o Lacen-PA realize um maior número de analises diariamente”, explicou.

Extratora Automatizada de RNA, o equipamento de grande porte que foi disponibilizado pelo Ministério da Saúde

A metodologia de análise é a mesma que já vem sendo realizada, biologia molecular chamada RT-PCR – padrão ouro no diagnóstico de coronavírus, capaz de identificar o vírus no início da infecção. Depois que passar a pandemia, o equipamento continuará sendo útil para a qualificação permanente do Lacen-PA, pois pode ser utilizado em análises de muitas outras doenças.

O Lacen-PA também recebeu kits de equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de consumo específicos para uso no novo equipamento. Está prevista, ainda, a chegada de mais um equipamento doado pelo Ministério da Saúde, trata-se de um Termociclador que faz a leitura final das análises de PCR.

Alberto Júnior disse, ainda, que o Lacen-PA não tem amostras acumuladas de casos suspeitos de Covid-19 e que com o novo equipamento, os resultados dos exames sairão mais rapidamente.

Texto: Roberta Vilanova

Fotos: Lacen-PA

Você pode gostar...